Matérias‎ > ‎

ed47art3

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Como economizar energia elétrica
Confira dicas do Professor Doutor Benedito Antonio Luciano, engenheiro eletricista, para combater o desperdício de energia elétrica.



           Fisicamente, energia não é a mesma coisa que potência. Potência é uma grandeza instantânea; enquanto energia inclui a variável tempo, quer dizer, por quanto tempo a potência está sendo aplicada.

Matematicamente, energia é igual à potência ativa (watt) multiplicada pelo tempo (hora). Em termos de unidades, a potência ativa é representada pela letra W (maiúscula) e a energia elétrica ativa pelas letras Wh (watt-hora), ou ainda kWh. Observe-se que as letras k, de quilo, e h, de hora, devem ser escritas, sempre, com letras minúsculas.

Portanto, quando se deseja medir a quantidade de energia elétrica ativa utilizada numa residência, por exemplo, é necessário empregar um medidor, analógico ou digital, que registre a quantidade de potência usada por um determinado período.

Talvez, dentre os instrumentos de medição, o medidor de energia elétrica seja o mais conhecido e o mais popular destes equipamentos, pois está instalado junto à maioria dos consumidores: residenciais, comerciais e industriais.

Desenvolvido no final do século dezenove, o popular “contador de energia” representa para a empresa concessionária o mesmo que o caixa registrador significa para um supermercado. A analogia é boa, pois quanto mais o consumidor utiliza a energia elétrica, mais deverá pagar por ela. É aqui que entra a necessidade de o consumidor ser devidamente esclarecido quanto ao uso eficiente da energia elétrica, o que significa utilizar a energia de forma eficiente, reduzindo perdas e eliminando desperdícios, dentro de critérios técnicos e econômicos, sem abrir mão do conforto que ela proporciona.

Já o combate ao desperdício de energia elétrica, este é um assunto de extrema importância, não apenas para quem utiliza este tipo de insumo, mas para toda a sociedade; particularmente, quando se pensa em sustentabilidade ambiental.

No âmbito do Governo Federal, o combate ao desperdício de energia elétrica tem obtido alguns resultados a partir da implantação do PROCEL – Programa de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica (www.eletrobras.com/procel), que estabeleceu como meta para o ano de 2015 a economia progressiva de energia elétrica da ordem de 130 milhões de MWh (mega watt-hora), o que equivale ao adiamento da construção de duas hidrelétrica de Itaipu, reduzindo investimentos e impactos ambientais.

Atualmente, além do governo, de alguns pesquisadores e dos defensores do meio ambiente, as empresas já começaram a perceber que conservar energia elétrica é um bom negócio, pois além de postergar investimentos e melhorar a imagem, tornam-nas mais competitivas no mercado globalizado.

Do lado do consumidor, recomendo a adoção da prática de economizar energia elétrica, transformando desperdício em lucro. As dicas de como proceder podem ser obtidas junto ao PROCEL, às próprias empresas concessionárias, ou mediante a consultoria profissional de um engenheiro eletricista especialista no assunto.

Benedito Antonio Luciano, professor do Departamento de Engenharia Elétrica da UFCG

    _________________________________________________________________________________________

O URL específico do gadget não foi encontrado

O URL específico do gadget não foi encontrado










A convite do Jornal PET Elétrica, o Prof. Edmar tece comentários a respeito de sua experiência no exterior. Confira!




O Professor Dr. Waslon Terllizzie Araújo Lopes fala sobre suas áreas de atuação, descreve o instituto ao qual está vinculado e comenta sobre seus projetos de pesquisa em andamento. Confira!




          






Comments