home‎ > ‎Carta ao Leitor‎ > ‎

ed96


Ao Leitor
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Memória, Segurança e Aprendizagem


Informação é algo que sempre ansiamos por guardar. Seres humanos pré-históricos, sejam quais forem seus motivos, já tentavam perpetuar informação por meio de pinturas rupestres. Ao longo do tempo, o modo como salvamos a informação mudou radicalmente com uma das maiores invenções da história da humanidade: a escrita. Desde então, foram milhares de anos de esforço e dedicação para a evolução e o aperfeiçoamento das técnicas de interpretação, transmissão e recepção de dados. Pouco tempo atrás, contudo, uma nova era teve início: a era da informação digital, em que dados podem ser processados por um computador e, além disso, armazenados. O primeiro tipo de armazenamento foi o cartão perfurado, depois disso surgiram diversos dispositivos como fitas magnéticas, disquetes, compact discs (CDs), assim como por diversos tipos de memórias, todas criadas para suprir as mais variadas finalidades dentro da eletrônica.

Nos últimos anos, um novo modelo de armazenamento de dados tem ganhado força no meio tecnológico: o solid state drive (SSD) ou unidade em estado sólido. Esse dispositivo apresenta diversas vantagens em relação ao hard disk drive (HDD) bastante comum nos aparelhos atuais, como taxa de transmissão de dados e durabilidade. No artigo Solid State Drive: uma forma diferente de guardar informações podemos entender um pouco mais sobre essa unidade de armazenamento.

Mudando um pouco de assunto, vamos falar de um aspecto na Engenharia Elétrica geralmente não muito discutido em salas de aula: a grande chance de ocorrência de acidentes em sistemas elétricos. Pessoas que trabalham em subestações elétricas, por exemplo, estão potencialmente expostos a tensões perigosas, na ordem dos milhares de volts (kV), ou mesmo outros tipos de tensão de menor magnitude, mas não necessariamente menos perigosas, tais como: tensão de passo, tensão de toque e tensão de transferência. Por isso, a Norma Reguladora Nº 10, ou “Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade”, foi criada. Seu intuito é determinar requisitos e normas que devem ser cumpridas visando garantir a segurança dos trabalhadores. No artigo Segurança em Instalações Elétricas no Brasil é discutido sobre os perigos e as técnicas de proteção em sistemas elétricos.

Ainda nesta edição, contamos com um artigo do Prof. Dr. Benedito Antonio Luciano com o tema Ensino e Aprendizagem no contexto das infotecnologias. Por fim, apresentamos mais uma vez o artigo I Semana da Engenharia Elétrica – Inovação: Desenvolvimento Científico e Tecnológico para Construção do Futuro, no qual são detalhados os acontecimentos do evento de mesmo nome ocorrido em outubro de 2017 na Universidade Federal de Campina Grande. Desejamos a todos uma ótima leitura.


Pedro Henrique O. T. Ximenes (Editor-Chefe)

Equipe Editorial do Jornal PET-Elétrica




   















Cartas ao Leitor das Edições Anteriores

35ªEdição

36ªEdição

37ªEdição

38ªEdição

39ªEdição

40ªEdição

41ªEdição

42ªEdição

43ªEdição

44ªEdição

45ªEdição

46ªEdição

47ªEdição

48ªEdição

49ªEdição

50ªEdição

51ªEdição

52ªEdição

53ªEdição

54ªEdição

55ªEdição

56ªEdição

57ªEdição

58ªEdição

59ªEdição

60ªEdição

61ªEdição

62ªEdição

63ªEdição

64ªEdição

65ªEdição

66ªEdição

67ªEdição

68ªEdição

69ªEdição

70ªEdição

71ªEdição

72ªEdição

73ªEdição

74ªEdição

75ªEdição

76ªEdição

77ªEdição

78ªEdição

79ªEdição

80ªEdição

81ªEdição

82ªEdição

83ªEdição

84ªEdição

85ªEdição

86ªEdição

87ªEdição

88ªEdição

89ªEdição

90ªEdição

91ªEdição

92ªEdição

93ªEdição











Comments