home‎ > ‎Carta ao Leitor‎ > ‎

ed56

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Carta ao Leitor


Prezado Leitor,

Como fomos capazes de chegar até onde chegamos em tão pouco tempo? Apagamos a vela e ligamos a lâmpada em um piscar de décadas. Os donos dos ombros nos quais a ciência está apoiada até hoje ficariam orgulhosos com a quantidade de tecnologia disposta nas vitrines. Mal nos levantamos do chão e já fomos engatinhar no espaço. Hoje podemos deixar o “ao vivo” para ver depois. E está perto o dia em que seremos transportados por ninguém – a autonomia não será apenas do indivíduo. Também não será estranho caminharmos ao lado de criaturas robóticas. O futuro está muito bem escrito em diversos eventos com objetivos de aperfeiçoar o existente e materializar pensamentos.

Nesta 56ª edição do Jornal PET-Elétrica, o artigo “RoboCup 2014” trará informações sobre o evento internacional que sempre conta com um pé no hoje e o outro no porvir, realizado neste ano na Paraíba. A RoboCup atraiu não só competidores de diferentes nacionalidades, como também curiosos, ansiosos para vislumbrar um pouco do grandioso mundo da robótica. As atividades desenvolvidas durante os sete dias de evento quebraram estereótipos e surpreenderam os participantes. A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), claro, não perdeu a oportunidade de levar sua marca para lá e, assim como o PET Engenharia Elétrica, fez parte desse momento único!

Um outro evento – com bem mais de uma semana de duração - que marcou os passos do homem na eternidade foi a Corrida Espacial. No artigo “57 anos da Corrida Espacial: da rivalidade à cooperação” é apresentada uma sequência dos principais acontecimentos desta época, fomentados pelos norte-americanos e soviéticos, e o cenário vislumbrado com as recentes tecnologias. Desde o lançamento do primeiro satélite artificial até o momento, muito já foi desenvolvido por pesquisadores espaciais e o número de países envolvidos com o céu aumentou. Contudo, em vez de disputarem quem chega mais alto, eles fazem parcerias importantes para o desbravamento do universo.

Quem não era nascido em 1969 e perdeu a transmissão, em tempo real, do homem pisando na Lua, não o ficou sabendo somente pelos livros de história. Na internet, rede criada anos depois, esse evento e muitos outros estão à disposição para quem quiser vê-los. Muito pode ser aprendido com os vídeos espalhados na web. Assim, com o objetivo de ampliar as formas de ensino, há vários canais no Youtube, por exemplo, que expõem conteúdos de diversas disciplinas na forma de vídeo aulas. No texto “Vídeo aulas” são apresentados os pontos fortes desta outra fonte de conhecimento e também aspectos não tão convenientes no processo de aprendizagem.

Que tal ir ao trabalho no seu carro assistindo aos vídeos favoritos sem ter de se preocupar em controlar o volante ou ter motorista particular? A pista talvez fosse um lugar mais tranquilo, com menos acidentes, caso os veículos fossem guiados por sistemas operacionais programados para levar as pessoas de um lugar a outro. Saberemos em breve os impactos no trânsito causados por tal ideia uma vez que essa já foi materializada em laboratórios, e passa por testes e novos ajustes para poder, enfim, desfilar nas ruas. E a melhor parte desta notícia é que essa pesquisa é realizada, também, no Brasil. Confira o texto “Carros autônomos” para saber mais sobre esta tecnologia.

Os intercambistas, geralmente, só focam o pensamento para países europeus ou para os EUA. Aos que almejam migrar para uma nova cultura e ter um bom ensino, perto do Brasil, uma ótima opção é ir para o Chile. O Mundo Acadêmico desta edição pousou nesse país conhecido pelas belezas naturais e pontos turísticos, mas detentor de um dos melhores sistemas de educação do continente - hoje, o país conta com a melhor instituição superior da América Latina. Leia o texto e conheça mais sobre a educação chilena!

Os alunos do curso de Engenharia Elétrica da UFCG deparam-se com diferentes ênfases ao ingressar no curso, precisando escolher as que dedicarão mais atenção. Para os confusos sobre qual área seguir, a disciplina Princípios de Comunicações, obrigatória na graduação para todos os alunos, é um passo indispensável na decisão rumo a área de telecomunicações. Confira no “Relato de Disciplina”, escrito pelo Professor Doutor Waslon Terllizzie A. lopes, muitas informações sobre essa que é uma das disciplinas chave no processo de formação de um engenheiro eletricista.

No quadro cultural desta edição do Jornal PET-Elétrica, novas dicas de livro e de filme. O livro repleto de cultura africana “África: Essa Mãe Quase Desconhecida”, escrito por Eduardo d’Amorim, e a nova sensação da literatura infanto-juvenil “Divergente”, da autora Veronica Roth, vieram das páginas. Já das telonas, “Juntos e Misturados”, dirigido por Frank Coraci, e “Nebraska”, de Alexander Payne. Imperdível!

Boa leitura!

Equipe Editorial do Jornal PET-Elétrica



   







A convite do Jornal PET Elétrica, a engenheira eletricista Rachel Suassuna de Medeiros escreveu sobre a turma de 1973, da então Escola Politécnica da UFPB. Confira!




O Professor Dr. Marcelo Sampaio de Alencar destaca, em seu texto, as finalidades do Iecom, as pesquisas, as parcerias e os projetos nos quais está envolvido. Confira!






Comments