home‎ > ‎Carta ao Leitor‎ > ‎

ed52

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Carta ao Leitor


Prezado Leitor,

Somos bilhões a caminhar sobre uma esfera repleta com as mais variadas formas de vida. E o que nos diferencia, principalmente, de todos os outros elementos é a nossa capacidade de raciocínio embasada por uma carga emocional. Temos os nossos sentidos e também sentimentos. Somos ariscos com a própria natureza por não nos limitarmos ao pensar, esculpindo artificialidades a gosto do desejo e da necessidade, inundando o espaço com o que já não sobrevive somente na cabeça. Construímos sonhos e almejamos, um dia, construir sonhadores, sonhadores robóticos.

Nesta 52ª edição do Jornal PET-Elétrica, expomos o lado paradoxalmente humanizado de tecnologias artificiais – ou, ao menos, as principais e promissoras tentativas deste tipo peculiar de humanização. No artigo “Uma busca pelo fator humano: consciência de ferro e aço” são apresentadas algumas das recentes produções robóticas. Estas, porém, não são feitas apenas para desempenhar tarefas pesadas em indústrias, por exemplo. São feitas para fazer companhia, coabitar com pessoas sabendo distinguir sentimentos e necessidades de seu dono, ter personalidade – a ciência sempre encontrando maneiras de intrigar o já complexo jeito humano de ser.

O pensamento não possui uma única via para fluir; são inúmeras as maneiras de concretizá-lo. Assim, enquanto uns se preocupam em dar ânimo a robôs, outros focam estudos no desenvolvimento de tecnologias que potencializam os cinco sentidos, robotizando, em certos casos, o indivíduo. No artigo “Na ponta dos dedos” é dado destaque aos recentes apetrechos que utilizam o tato em seus funcionamentos, além da descrição de diversas novas tecnologias, feitas por diferentes empresas, todas planejadas para deixar o mercado “à flor da pele”.

Tantos avanços tecnológicos somente saíram do papel graças ao desenvolvimento praticamente instantâneo - quando comparado à história da humanidade - da microeletrônica. Em poucas décadas, passamos de dispositivos em escala gigantesca para dimensões microscópicas e com desempenho superior aos vislumbrados no passado. Os microcontroladores são um dos destaques desta geração por serem dotados com várias funcionalidades, de fácil acesso e aplicados em diferentes experimentos. Um exemplo bem conhecido pela comunidade científica é o Arduino. Esse microcontrolador está completando, em 2014, dez anos de existência e o Jornal PET-Elétrica não poderia deixar o aniversário desta maravilha tecnológica passar despercebido. No artigo “Dez anos de Arduino” é apresentado parte dessa história de sucesso mundial.

Nada teria surgido caso as grandes mentes por trás das ideias não ousassem em colocá-las em prática. E lutar contra as adversidades, as limitações pessoais e do ambiente é um desafio recorrente nas vidas daqueles feitores da ciência. Dentre os inúmeros empecilhos está a procrastinação. O algoz dos bem-aventurados é tema do artigo “Procrastinação” no qual são apresentados alguns exemplos corriqueiros no meio acadêmico, o porquê fisiológico do ato e dicas interessantes para driblar esse ócio nem um pouco criativo.

O Canadá possui várias universidades renomadas, sendo assim, alvo constante de intercambistas. No “Mundo Acadêmico” desta edição é feito um relato sobre a Universidade de Toronto (U of T), grande centro de pesquisas científicas. Com informações importantes sobre a organização e funcionamento acadêmicos, fundamentadas por relatos de um ex-petiano, hoje, estudante da U of T, o texto é uma ótima oportunidade para você, Leitor, ampliar seus horizontes sobre ensino no exterior sem sair de casa.

No quadro cultural do Jornal PET-Elétrica, são apresentadas novas dicas de livro e de filme. Da literatura, “Letra e música: a canção eterna (vol. 1); a palavra mágica (vol. 2)” do autor Ruy Castro, e “O Lado Bom da Vida”, escrito por Matthew Quick. Da sétima arte, “Gênio Indomável”, uma produção de sucesso dirigida por Gus Van Sant, e “Elysium”, um longa-metragem recente com ares futuristas dirigido Neill Blomkamp.

Boa leitura!

Equipe Editorial do Jornal PET-Elétrica



   







A convite do Jornal PET Elétrica, o Prof. Edmar tece comentários a respeito de sua experiência no exterior. Confira!




O Professor Dr. Waslon Terllizzie Araújo Lopes fala sobre suas áreas de atuação, descreve o instituto ao qual está vinculado e comenta sobre seus projetos de pesquisa em andamento. Confira!






Comments